Como atrair os colaboradores que você deseja?

Como atrair os colaboradores que você deseja?

Uma empresa, seja ela do tamanho que for, é constituída por sua reputação – tanto nos bastidores através de quem faz acontecer no dia a dia, quanto para o mercado através da sua imagem. Se tratando ainda da nova economia na qual fazemos parte hoje, de acesso e compartilhamento de ideias, produtos e serviços, tornou-se ainda mais necessário valorizar e estimular quem faz acontecer toda essa conexão e representatividade. Embora possa parecer até mesmo óbvio, engajar colaboradores e fazer com que uma empresa se destaque pelo seu time, definitivamente não é uma tarefa fácil. 

Olha que interessante, uma pesquisa da Talenses Consultoria mostrou que 53% dos líderes acreditam que, para atrair talentos jovens, é preciso adotar práticas ambientais, sociais e de governança. Ou seja, já não é de hoje que salário e benefícios não são os únicos fatores considerados pelos jovens ao buscarem um emprego. 

E essa inversão em relação ao que torna uma empresa atrativa ou não para trabalhar apenas reforça a ideia de que as novas gerações estão mais preocupadas com a reputação das empresas em si do que necessariamente o que elas vão te oferecer como troca. E um detalhe super importante, seja para escolher onde trabalhar ou quais produtos irão consumir, esses jovens questionam a origem e o posicionamento das empresas em questões sociais, como racismo e preconceito, entre outros tantos temas que com recorrência (e não à toa) ganham as páginas dos jornais justamente por este motivo em relação ao que as diferencia. 

De forma definitiva, os empresários/empreendedores que ainda não se deram conta dessas transformações precisam entender de uma vez por todas que para montar o “time dos sonhos”, é necessário perceber quais as motivações e objetivos dos profissionais em cada setor. Tarefa que pode revelar-se ainda mais complexa, caso estes profissionais pertençam a várias gerações.

Aliás, este pode ser considerado inclusive o primeiro passo. Você sabe identificar essas gerações (que provavelmente fazem parte do seu quadro de funcionários), primeiro, para depois lidar com as suas diferenças? Abaixo, um resumo e suas respectivas características, perceba que pela primeira vez na história, coexistem quatro gerações no mercado de trabalho. Mais do que isso, a partir de agora, esteja atento às suas características para melhor aproveitá-los, de acordo com suas crenças e expectativas. Sem dúvidas, se assim o fizer, já estará dando um importante passo para atrair e reter os colaboradores que você deseja. 

  • Baby Boomers – Nasceram entre 1946 e 1969. Valorizam o compromisso e a lealdade para com a organização. Esta geração revela ainda ser conservadora e tem pouco interesse em correr grandes riscos.

 

  • Geração X – Nasceram entre 1961 e 1979. Têm como característica o fato de serem bastante práticos e independentes. São vistos como centrados no trabalho, valorizando o status e o crescimento profissional.
  • Millennials – Nasceram entre 1980 e 1995. Valorizam a informalidade no trabalho e procuram equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Demonstram entusiasmo e têm necessidade de feedback constante.
  • Geração Z – Nasceram a partir de 1996 e já se encontram na vida ativa. É uma geração que sempre viveu com tecnologia à sua disposição e com estilos de vida alternativos. São conhecidos pela rápida aprendizagem, motivo pelo qual se podem tornar impacientes.

 

Por fim, nunca é demais lembrar que independente da geração dos seus atuais colaboradores, o papel do gestor é extrair o que cada um tem de melhor. Não se ganha um jogo apenas com veteranos, a mescla de gerações é a receita para o sucesso.

 

BENITO PEDRO VIEIRA SANTOS

Especialista em Reestruturação de Empresas