Como administrar o caixa da empresa em momento de crise?

As despesas estão acima do teto e as receitas em forte declínio, credores agitados com um possível calote, renegociações não cumpridas, limites bancários não renovados, folha de pagamento atrasada, matéria prima escassa no chão de fábrica, enfim, eis apenas algumas situações que os gestores estão se deparando atualmente administrar o caixa da empresa.

O que devemos priorizar no momento em que as contas não fecham?

Não há uma formula pronta, é obvio que cortar despesas e aumentar receitas seria considerado o melhor mundo para sanar qualquer crise, todavia, o aumento de receitas não depende exclusivamente da empresa, fatores econômicos muitas vezes sobrepõem nossa competência na área comercial.

Com relação as despesas não podemos dizer o mesmo, na maioria das vezes depende exclusivamente do gestor a redução e não se pode perder o “time” na tomada de decisão, pois quanto mais se adiar o corte mais doloroso será.

Administrar o caixa numa época de crise requer pulso firme, coragem e agilidade, a perenidade do negócio deve ser o foco principal nas tomadas de decisões, deve-se elencar as necessidades e eleger as prioridades que devem ser seguidos à risca, exemplo:

  • Honrar o compromisso com a Instituição Financeira ou quitar Fornecedor de Matéria Prima?

Quais dois devo renegociar?

O que para meu processo?

Se não tem a resposta, sabemos como ajudar!